Skip to main content
Shaping Europe’s digital future
News article | Publicação

Testemunhos WiFi4EU: Digitalização que impulsiona a conectividade dos cidadãos e do turismo em Lanusei, Itália

A transformação digital é um objetivo fundamental do município de Lanusei, na Sardenha, Itália, e a disponibilização de ligações sem fios gratuitas faz parte de uma visão mais ampla para tirar partido do potencial da zona.

Visualização de Lanusei com o logótipo WiFi4EU

No coração da Sardenha, nas encostas do maciço de Gennargentu, o município de Lanusei. Com pouco mais de 5,000 habitantes, Lanusei é a principal cidade de Ogliastra, uma região rica em história e beleza natural, combinando zonas montanhosas rurais com uma costa selvagem escavada.

O município foi um dos primeiros beneficiários da iniciativa WiFi4EU.  A principal razão para instalar uma rede Wi-Fi pública foi reforçar a conectividade das entidades públicas na zona e proporcionar uma ligação Wi-Fi gratuita aos cidadãos e turistas em sítios de interesse específicos.

Na imagem: Davide Burchi, presidente do município de Lanusei; Renato Pilia, Conselheiro de Lanusei; Franco Accordino, chefe da Unidade «Investimento em Redes de Alta Capacidade» — Comissão Europeia; Giorgio Altieri,chefe do Gabinete da Área dos Assuntos Gerais de Lanusei.

A participação de Lanusei no projeto WiFi4EU faz parte de um plano mais vasto para o desenvolvimento digital da zona. O município juntou-se a outras iniciativas para melhorar a conectividade da cidade, como o projeto «Cloud Italia», financiado com fundos do Next Generation EU, para a integração de dados e processos num sistema de computação em nuvem para a administração pública, e o projeto «Piazza Wi-Fi Italia», promovido pelo Ministério do Desenvolvimento Económico italiano (MISE).

Os pontos de acesso WiFi4EU estão localizados em locais estratégicos, por exemplo, perto de escolas e perto do hospital de Lanusei, que presta serviços a toda a região de Ogliastra. 

Renato Pilia, membro do Conselho de Programação, Informatização, Serviços Tecnológicos e Políticas da Juventude, reflete:

«O projeto WiFi4EU contribuiu certamente para aproximar os cidadãos das instituiçõesuma impressão positiva do trabalho realizado pela União Europeia no que diz respeito à luta contra o fosso digital e a favor de uma melhor conectividade».

O município optou por criar 4 pontos de acesso à rede WiFi4EU no sítio arqueológico de Seleni. Embora o sítio esteja localizado a alguns quilómetros de zonas habitadas, é um destino turístico fundamental, bem como um local popular para eventos nas cidades. 

O processo de instalação da rede WiFi4EU não suscitou questões específicas, mesmo que a ligação à espinha dorsal da rede exigisse a implementação de um anel de fibra ótica. No entanto, alguns sítios, incluindo Seleni, estão ligados sem fios devido à sua topografia específica.

Nos últimos anos, tal como noutras zonas montanhosas, Lanusei sofreu uma falta de conectividade devido aos atrasos na execução do projeto MISE «Aree Bianche», que assistirá à instalação de infraestruturas de fibra ótica FTTP, proporcionando uma ligação direta entre um fornecedor de serviços Internet ao utilizador final. Entretanto, o principal objetivo do município continua a ser garantir uma ligação Internet de elevada qualidade a todas as habitações e entidades socioeconómicas, enquanto se aguarda a implementação dos planos nacionais de administração pública em linha.

A longo prazo, a ideia fundamental é explorar o potencial oferecido pela 5G e pela Internet das coisas nos domínios da agricultura, dos serviços de saúde e dos serviços jurídicos.

Esta visão prospetiva inclui a vontade da administração municipal de participar nas próximas fases do projeto WiFi4EU, a fim de prosseguir um processo de digitalização que alargue ainda mais as oportunidades para Lanusei, investindo na conectividade de qualidade, tal como previsto no novo programa político para a Década Digital.